Presidente da IMA articula implantação de unidade do IFSP no novo Parque Tecnológico de Campinas

18/11/2019

O prefeito em exercício de Campinas, Henrique Magalhães Teixeira, e o presidente da IMA, Fernando Garnero, iniciaram nesta segunda-feira (18) as conversações para a apresentação da proposta de construção de uma unidade do IFSP (Instituto Federal de São Paulo) na área que vai abrigar o novo Parque Tecnológico de Campinas, que é de propriedade da IMA. O tema foi discutido em reunião no gabinete do prefeito com a participação do diretor geral do IFSP, Eberval de Oliveira Castro.

A ideia é que a nova unidade do instituto seja construída no Polo 1 de Alta Tecnologia de Campinas, em cuja área estão instalados 32 terrenos que passaram a ser de propriedade da IMA a partir da incorporação da Ciatec (Centro de Inovação e Alta Tecnologia de Campinas), conforme publicação no Diário Oficial do Município no dia 15 de outubro de 2019. Ao todo, os terrenos que formarão o futuro Parque Tecnológico somam 300 mil metros quadrados. No local, será implantada a sede própria da IMA, que já está projetada. Atualmente, a empresa funciona em prédio alugado no bairro Ponte Preta.

Já o IFSP conta com uma unidade em fase de implantação na região do Campo Grande. A maior parte das atividades do instituto está concentrada justamente ao lado do futuro Parque Tecnológico da IMA, através de convênio com o CTI (Centro de Tecnologia da Informação) Renato Archer. Atualmente, o IFSP conta com cerca de 1,3 mil estudantes em cursos de pós-graduação, superior em tecnologia, técnicos, além dos cursos de extensão.

O diretor geral do IFSP, Eberval de Oliveira Castro, disse que, a partir desta primeira conversa, a proposta será levada às instâncias internas do órgão para que seja avaliada a viabilidade de uma parceria. “O prefeito nos convidou para essa reunião, para fortalecer o Instituto Federal em Campinas. Através da IMA, nos apresentaram a proposta do Parque Tecnológico e fiquei bastante impressionado com o projeto”, afirmou.

O prefeito em exercício, Henrique Magalhães Teixeira, disse que fará a articulação política necessária para que o projeto avance. “Está na vocação tecnológica da nossa cidade abastecer as empresas com mão de obra capacitada e o Instituto Federal é estratégico nesse sentido. É um primeiro passo, estamos começando uma conversa que tem muito potencial“, avaliou.

Para o presidente da IMA, Fernando Garnero, é de total interesse da empresa integrar ao Parque Tecnológico instituições como o Instituto Federal. “O prefeito Henrique está estimulando esse encontro e demonstrando a capacidade que temos de fazer cada vez mais de Campinas uma referência em cidade inteligente e na formação de alunos na área de tecnologia”, colocou.

O grupo deverá elaborar uma carta de intenções para a futura integração do Instituto Federal ao Parque Tecnológico, que será apresentada ao reitor da instituição, Eduardo Modena.

Ir para topo