IMA avança em tecnologia e estuda ancoragem de dados em nuvem

02/07/2021 - 

Investir na tecnologia de armazenamento de dados em “nuvem” pode ser a novidade da IMA – Informática de Municípios Associados – para os próximos anos. Estudos avançados nesse sentido foram revelados pelo presidente da empresa, Eduardo Coelho, durante a 4ª Reunião Ordinária da Comissão de Ciência e Tecnologia da Câmara Municipal de Campinas, realizada na quarta-feira (30/Jun).

Coelho foi convidado pelo presidente da Comissão, vereador Paulo Gaspar, para explicar a importância da empresa no cenário tecnológico da cidade, com soluções para a Administração Pública e para o cidadão. Além disso, falar também sobre novos desenvolvimentos e tecnologias que a IMA está trazendo para a cidade. O diretor de Inovação e Operação da IMA, Márcio Fernando Correa Ricardo, também participou da audiência detalhando os projetos e esclarecendo as dúvidas dos participantes.

A audiência foi transmitida pela TV Câmara e contou com a participação também do presidente da casa, José Carlos e do vereador Arnaldo Salvetti.

Sobre o armazenamento em nuvem, que é a possibilidade de acessar os arquivos armazenados de qualquer lugar do mundo, desde que você tenha um dispositivo com internet, além da possibilidade de dimensionar a capacidade computacional de acordo com a necessidade da Prefeitura.

Ajuda a reduzir os custos operacionais, a executar processos com mais eficiência e a realizar mudanças conforme as necessidades evoluem.

“A IMA é uma empresa com 45 anos de existência, criada exatamente para trazer inovação para a cidade”, disse Coelho. Ele ressaltou também outro importante projeto, já em desenvolvimento, que é o de levar o Portal da Prefeitura para a “palma da mão” do cidadão. Ou seja, a IMA está reconfigurando todo o portal para que ele seja acessível e adaptável a qualquer tecnologia como smartphones, tablets e notebooks. “Nosso objetivo é transformar o Portal do Cidadão em algo muito mais amigável, com acesso mais fácil e sobretudo por intermédio do celular, que é uma determinação do prefeito Dário Saadi”, explicou.

O presidente da Comissão de Ciência e Tecnologia, vereador Paulo Gaspar, disse que a importância da discussão de quarta-feira foi a de ter conhecimento dos projetos para oferecer apoio e suporte no que for possível para levar as inovações para o munícipe. “Que a gente possa avançar, Legislativo e Executivo, para levar novos serviços para o cidadão de uma forma mais eficiente, mais barata e de fácil acesso”.

Outros projetos importantes em desenvolvimento, como a telemedicina, novos sites para a Prefeitura e IMA, sistema de comunicação VOIP (Voz sobre IP), certificado de vacinação, chat bot e plano diretor de TI de desburocratização e novos investimentos para manter o datacenter atualizado, também foram dissecados pela Comissão de Ciência e Tecnologia.

Ir para topo